Ecohabitar Arquitetura e Construção
 

O que é Sustentabilidade?

O Relatório Brundtland definiu desenvolvimento sustentável como aquele que permite satisfazer as necessidades do presente sem comprometer a capacidade das gerações futuras em fazer o mesmo. Em termos práticos, e aplicado à arquitetura e à construção, esse conceito implica uma utilização consciente e racional dos materiais, desde a sua origem e produção até ao seu destino final, e cuidados especiais com consumo de água e energia durante o tempo de operação do imóvel.

O projeto e a obra sustentáveis são mais caros?

O custo de desenvolver um projeto sustentável é exatamente o mesmo de desenvolver qualquer outro projeto, ou seja, o acréscimo a pagar para ter um projeto sustentável é zero. Para, além disso, se ao construir conseguir aproveitar ao máximo o perfil natural do terreno, seguir a orientação solar para maximizar a iluminação natural e adequar o projeto ao regime de ventos estará já integrando sustentabilidade em sua casa gratuitamente, porque irá economizar materiais e recursos na obra e energia na utilização futura da casa. No entanto, se optarmos por tecnologias de aquecimento solar e de uso racional de água, por exemplo, o aumento estimado no custo da obra será de 1% a 3% se comparado com uma construção tradicional. Este investimento, dependendo do padrão de consumo, poderá ser recuperado em até 18 meses e gerará economias por toda a vida útil do imóvel. Os painéis fotovoltaicos, geradores de energia elétrica e os sistemas de captação e reaproveitamento de águas pluviais, por exemplo, representam um investimento maior, mas também proporcionam mais economias. No fundo, a sustentabilidade em edificações não se apresenta necessariamente como um pacote fechado. Mais do que tentar obter o selo “A” ou “B” na sua construção, o importante é ter noção do problema e levá-lo em consideração quando se projeta e constrói, na escolha dos equipamentos e materiais.

Para saber mais leia aqui.

É viável implantar um projeto sustentável nos dias de hoje?

A construção sustentável é apresentada freqüentemente oscilando entre duas óticas distorcidas: ora é vista como uma defesa intransigente de materiais e métodos tradicionais recusando qualquer tipo de inovação ou modernidade, ora se supõe que as suas sofisticadas soluções tecnológicas representam um custo inatingível para o cidadão comum. Pois bem, não é uma coisa nem outra.

Seria absurdo pensar que o emprego de técnicas tradicionais e de arquitetura passiva, aproveitando fatores naturais como o sol e o vento, implicaria a exclusão de elementos de conforto e recursos tecnológicos modernos. E, por outro lado, a tecnologia necessária para uma residência sustentável não é de modo nenhum inacessível, antes está disponível em qualquer loja de material de construção sendo que o número de fornecedores e de produtos com essa orientação tem, em alguns segmentos, dobrado a cada ano.

Fale conosco e encontraremos juntos a melhor solução para o seu caso.

Qual é a real necessidade que tenho de construir com sustentabilidade?

Para além da obrigação legal já existente em alguns municípios para determinados tipos de edifícios, trata-se de uma questão de economia na operação futura do imóvel. Uma casa ecológica economiza energia e água encanada durante toda a sua vida útil e a economia gerada pode ser contabilizada facilmente com um exemplo simples: tente-se na quantidade de água encanada usada por uma descarga comum e pense-se na sua substituição por água armazenada da chuva. Multiplique-se pela quantidade de vezes que ela é acionada ao longo da vida útil de uma casa.


 

 
Home | FAQ. | Arquitetura Sustentável | Design | Materiais | Energia | Água | Ambiente | Serviços | Projetos Ecohabitar | Contato | Blog

Estrada do Capuava, 448 sala 8 - Granja Vianna - Cotia - SP - CEP: 06713-630 - Tel: 11- 4702-2052 / Fax: 11- 4702-2701

 

By For System Design